Biblioteca Digital
Conteúdo
Biblioteca Digital
Unimep
Teses e Dissertações
   Documentos » Visualiza documento
Voltar
   Informações do registro
Título ATUAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL E DE SEUS ADVERSÁRIOS EM COPAS DO MUNDO: ANÁLISES QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS DO PERÍODO DE 1958 A 2010
Orientador Fúlvia de Barros Manchado Gobatto
Autor JOSÉ ANTONIO BRUNO DA SILVA
Palavra chave Ações técnicas, futebol, análise de vídeo, Copas do Mundo,Seleção Brasileira
Grupo CNPQ
Programa MS - EDUCAÇÃO FÍSICA
Área CIÊNCIAS DA SAÚDE
Data da defesa 29/07/2011
Nº Downloads 1175
Resumo A Copa do Mundo de Futebol é o campeonato mais expressivo nessa modalidade, sendo a Seleção Brasileira desse desporto alvo de questionamentos nacionais e internacionais. Entretanto, raras são as pesquisas comparativas entre a atuação das diversas Seleções Brasileiras em Copas do Mundo, cada qual em sua época, e ainda não existe um estudo histórico que aborde as ações quantitativas e qualitativas observadas em jogos na íntegra das seleções, no período compreendido entre 1958 a 2010. Desse modo, o objetivo do presente estudo foi analisar, na íntegra, todos os jogos das Seleções Brasileiras de Futebol em Copas do Mundo, compreendidos no período de 1958 a 2010, quantificando as ações técnicas realizadas por essas equipes, por meio de análise de vídeo e “scout” manual. Com exceção de 1966, nos 75 jogos analisados, observou-se que nas Copas do Mundo a Seleção Brasileira apresentou superioridade no que tange à posse de bola, número de passes completos, percentual de passes efetuados, número total de finalizações e finalizações corretas, interceptações, escanteios, gols. Por outro lado, a Seleção Brasileira apresentou inferioridade no percentual de finalizações, passes errados, desarmes e roubos de bola. As seleções de 1958, 1970, e 1982 mostraram-se mais ofensivas pelo total de finalizações, enquanto as de 1978, 1990, e 1994, mais consistentes defensivamente, o que pode ser verificado pelo número de roubos de bola. Apesar de superioridade brasileira em posse de bola, a mesma não se mostrou decisiva para todas as classificações finais de nossas equipes. O número de gols marcados pela Seleção Brasileira e por seus adversários apresenta redução com o passar dos anos e, no caso do Brasil, grande parte dos gols ocorreu no segundo tempo dos jogos, na faixa compreendida entre 46 a 75 minutos. Esse fato difere de seus adversários, os quais parecem produzir maior número de gols no primeiro período, entre 31 a 45 minutos da partida.
Abstract The World Cup Soccer Championship is the most significant in this sport, with the Brazilian team, this sport, the target of national and international questions. However, very few comparative studies between the performance of several selections Brazilian World Cup, each in its time and still there is a historical study that covers the actions observed in quantitative and qualitative games in full of the selections in the period 1958 to 2010. Thus, the objective of this study was to analyze in full, all games of the Brazilian National Team Soccer in the World Cup, within a period from 1958 to 2010, quantifying the technical actions carried out by these teams through video analysis and "scout" manual. With the exception of 1966, analyzed in 75 games, it was observed that the World Cup in the Brazilian Team showed superiority in terms of ball possession, number of passes completed, percentage of passes made, the total number of correct shots and shots, interceptions , corner kicks, and goals. On the other hand, the Brazilian team showed inferiority in the percentage of shots, wrong passes, and steals. The selections for 1958, 1970 and 1982 were more offensive by the total shots, while the 1978, 1990, 1994 and more consistent defensively, which can be determined by the number of steals. Although Brazilian superiority in ball possession, it was not decisive final ranking for all of your teams. The number of goals scored by the Brazilian team and its opponents has diminished over the years and in the case of Brazil, most of the goals came in the second half of games, ranging between 46 to 75 minutes. This fact differs from his opponents, who seem to produce more goals in the first period, between 31 to 45 minutes of the match.
 
Download do arquivo Envia e-mail para autor Envia e-mail para orientador