Biblioteca Digital
Conteúdo
Biblioteca Digital
Unimep
Teses e Dissertações
   Documentos » Visualiza documento
Voltar
   Informações do registro
Título EFEITOS DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS FUNCIONAIS NA PRESSÃO DE PERÍNEO E NA QUALIDADE DE VIDA DE MULHERES COM INCONTINÊNCIA URINÁRIA
Orientador Marcelo de Castro Cesar Maccesar@unimep.br
Autor JANAÍNA MENEZES SILVA
Palavra chave Incontinência urinária; Saúde da mulher; Programa Funcional; Exercícios.
Grupo CNPQ
Programa MS - EDUCAÇÃO FÍSICA
Área CIÊNCIAS DA SAÚDE
Data da defesa 15/03/2013
Nº Downloads 925
Resumo O objetivo do estudo foi investigar os efeitos de um programa de exercícios funcionais na qualidade de vida e na pressão do períneo de mulheres idosas com incontinência urinária. A amostra foi composta de 20 mulheres, de idade entre 60 e 85 anos de idade, com incontinência urinária, agrupadas em: grupo I com 10 mulheres que participaram de um programa de exercícios funcionais (GPEF) e grupo II com 10 mulheres que não realizaram exercícios físicos (grupo controle - GC). As voluntárias foram submetidas a avaliações da qualidade de vida por meio do questionário SF-36, antropométrica com medidas de massa corporal, estatura e circunferência da cintura, da pressão muscular de períneo por perinêometro, antes e após 16 semanas. As voluntárias do grupo controle não realizaram exercícios físicos, e as voluntárias do grupo experimental participaram de um programa de exercícios funcionais com duração de 16 semanas, com o uso de bolas e bastões. Inicialmente, não houve diferença entre os grupos nas avaliações. Na avaliação antropométrica não ocorreram diferenças significantes antes e após as 16 semanas nos dois grupos. No GC não houve alteração na pressão de períneo, no GPEF houve aumento da pressão de períneo. Na qualidade de vida, houve redução no domínio estado geral da saúde no GC, não havendo diferenças significantes nos demais domínios; já no GPEF não ocorreram alterações significantes nos oito domínios. Concluiu-se, portanto, que o programa de exercícios funcionais proporcionou importante benefício de aumento da pressão de períneo nas mulheres com incontinência urinária, não afetando as medidas antropométricas e a qualidade de vida.
Abstract The objective of the study was to investigate the effects of a program of functional exercises in the quality of life and perineum pressure in elderly women with urinary incontinence. Participated 20 women, aged ranged from 60 to 85 years, with urinary incontinence, being contained in: group I with 10 women that participated in a program of functional exercises (GPEF) and I group II with 10 women that didn't accomplish physical exercises (group control - GC). The volunteers were submitted to evaluations of the quality of life through the questionnaire SF-36, anthropometric with measures of body mass, height and waist circumference, of the muscular pressure of perineum for perinêometro, before and after 16 weeks. The volunteers of the group control didn't accomplish the physical exercises, and the volunteers of the experimental group participated of a program of functional exercises with duration of 16 weeks, with the use of balls, sticks. No significant differences were observed between the groups in the initial evaluations. The anthropometric measures didn't show significant changes before and after 16 weeks in the two groups. The GC showed no significant difference in the perineum pressure, in the GPEF the perineum pressure increased. In the quality of life was observed a reduction in general of the health in GC, no significant changes were observed in the other domains; no significant changes were observed in the eight domains in GPEF. The findings indicate that the program of functional exercises provided important benefit of the increase of the perineum pressure in the women with urinary incontinence, not affecting the measures anthropometrics and the quality of life.
 
Download do arquivo Envia e-mail para autor Envia e-mail para orientador