Acesso com e-mail

@unimep.br

Acesso com cartão


Problemas no acesso?

Consulte o Sistema de Ajuda

Acessibilidade Contatos e Endereços
Calendário Acadêmico
LinkedIn
Twitter
Facebook
Youtube
você está em: home > notícias

Data de publicação: 12/09/2012

Sistemas de informação: mercado promissor para qualificados
Indique Esta Página

Bons salários e emprego à escolha são algumas das oportunidades que os graduados em sistemas de informação encontram após a conclusão do curso. O motivo, segundo a coordenadora da graduação na Unimep, Valéria Maria D’Arezzo Zílio (foto ao lado), é a atual carência de profissionais qualificados para o mercado de trabalho, atualmente com muito mais vagas do que funcionários aptos a exercê-las, principalmente em tempos de popularização de internet e aumento de utilização de sistemas de tecnologia da informação. 

“A maioria dos nossos alunos acaba a faculdade já com emprego. Enquanto cursam a graduação, muitos são procurados por empresas para estágios”, conta a docente. Esta possibilidade, a de exercer a atividade na área no período universitário, conta Valéria, é um dos diferenciais, resultado das mais de 30 parcerias firmadas com empresas e instituições de Piracicaba e região, no segmento de tecnologia da informação.  A docente destaca também o fato de o curso sistemas de informação ser o pioneiro na região, já que é oferecido na universidade desde 1974. 

Naquele período, o curso tinha a denominação de processamento de dados, em seguida, passou à análise de sistemas, e a partir dos anos 2000, recebeu o nome atual, de sistemas de informação. As mudanças foram estabelecidas pelo MEC, com o objetivo de padronizar a nomenclatura da graduação. 

“Somam-se a esses diferenciais, também a qualificação do corpo docente; a infraestrutura do curso, que conta com um núcleo de computação composto por laboratórios com projeção multimídia e computadores com tecnologias específicas e as disciplinas da graduação, que possibilitam ao aluno vivenciar o ciclo de criação de um sistema de informação, do desenvolvimento até a manutenção, para um usuário e cliente real”, detalha. 

O também docente do curso, Luiz Paulo de Oliveira Santos, destaca a promoção anual do Firebird Developers Day (FDD), evento voltado para utilizadores do banco de dados Firebird (sistema gerenciador de banco de dados). 

“O Firebird Developers Day da Unimep foi o primeiro a ser promovido na região. O encontro é organizado pela FireBase (www.firebase.com.br), em parceria com a Facen, e atualmente é o maior do mundo em número de participantes”, afirma Santos. 

NA UNIVERSIDADE 

A qualificação reconhecida do curso foi um dos motivos que trouxe Marcos Adilson Bernardi, 41, aluno do 4º semestre à Unimep. “A universidade oferece aos alunos o aprendizado teórico e prático atualizado com as tecnologias mais usadas no mercado, aliada à qualidade dos professores e dos laboratórios de informática. Isso permite a aplicação plena dos conhecimentos”, destaca o universitário. 

Antes de ingressar no curso, o estudante do 8º semestre, Yber Luka de Oliveira, 23, não conhecia as especificidades da graduação; no entanto, prestes a concluí-la, ele afirma que não só abriu a mente para outras áreas de TI, como também teve acesso a várias oportunidades de trabalho. 

“O mais interessante é que o curso possibilita sair da faculdade não apenas com um só foco ou preparado para prestar um único tipo de serviço, mas sim traz várias opções de atuação”, destaca.

O gosto pela informática e encontrar na universidade conteúdos com os quais identificou-se foram fatores determinantes para a escolha de Thiago José Peron, 26, aluno do 8º semestre. “Ao pesquisar sobre o curso, percebi que tinha muito a ver com o que gosto de fazer, que é criar ferramentas que facilitem o dia a dia das pessoas”, destaca.

Ele também menciona os laboratórios equipados e professores capacitados.  “O conteúdo proporciona amplo conhecimento e prepara o aluno para atuar nas diversas áreas de TI, além de buscar conhecimentos específicos. Além disso, fornece uma visão completa das tecnologias utilizadas na profissão e forma pessoas competentes com capacidade de ingressar no mercado de trabalho ou construir o próprio negócio”, afirma o universitário. 


FORMAÇÃO 

A bagagem intelectual e tecnológica adquirida na graduação colaborou com a trajetória profissional de Flávio Antônio Ferraciú Alleoni (foto ao lado), graduado em 1996, no então curso de análise de sistemas, e que há 16 anos atua como analista de sistemas na empresa Mefsa Mecânica e Fundição Santo Antônio Ltda. Alleoni destaca que o corpo docente, o conteúdo atualizado e a infraestrutura da Unimep foram fundamentais para sua formação. 

“A infraestrutura foi uma das melhores que já tive acesso. Além disso, a universidade conta com professores com alto teor de conhecimento, agregado ao excelente conteúdo programático e atualizado”, aponta o analista. 

A alta demanda de profissionais é acompanhada de bons salários. Segundo um levantamento da Catho Online, publicado em março desse ano, os salários médios encontrados na região sudeste do país para profissionais de sistemas de informação variam conforme a atividade desempenhada. No segmento de direção de TI, a média salarial é de aproximadamente R$ 17 mil; para os cargos de gerência, R$ 10 mil; para a supervisão aproximadamente R$ 8.500 e para desenvolvimento, aproximadamente R$ 4.000. São muitas as possibilidades de atuação, conforme conta Valéria. 

“O profissional está presente em qualquer ambiente que dependa de informática. O campo de atuação é amplo: comércio, indústrias, que podem incluir desde metalurgia à siderurgia; empresas; órgãos públicos e particulares, como universidades, centros de pesquisa ou ainda, trabalhos autônomos, por meio da prestação de serviços”, exemplifica.


Texto: Angela Rodrigues
Fotos: Fábio Mendes
Edição de texto/jornalista responsável: Celiana Perina
Última atualização: 12/09/2012


© 2008 Universidade Metodista de Piracicaba - Todos os direitos reservados.