Acesso com e-mail

@unimep.br

Acesso com cartão


Problemas no acesso?

Consulte o Sistema de Ajuda

Acessibilidade Contatos e Endereços
Calendário Acadêmico
LinkedIn
Twitter
Facebook
Youtube
você está em: home > notícias

Data de publicação: 18/05/2011

Economia de comunhão é mote de evento nos dias 23 e 24
Indique Esta Página

Para comemorar os 20 anos de criação da economia de comunhão - movimento em que o lucro deve ser posto em comum, de acordo com a tradição cristã narrada no livro Atos dos Apóstolos -  empresários e pesquisadores participantes do movimento, decidiram introduzir e refletir sobre a filosofia no ambiente universitário. Nesse sentido, escolheram a Unimep para a promoção do seminário Novos Paradigmas na Economia e na Gestão, que ocorre nos dias 23 e 24 de maio. A iniciativa é gratuita e ocorre em períodos distintos dos dois dias, no Anfiteatro da Sala Verde, localizado no bloco 2 do campus Taquaral, em Piracicaba. Não é necessário a realização de inscrição prévia.


Fundado por Chiara Lubich, no Brasil, em 1991, a economia de comunhão, conhecida pela sigla EdC,  é aplicada ao mundo administrativo e prevê a divisão igual dos lucros obtidos em três segmentos: para as empresas, para os operários e à capacitação. Atualmente, 700 empresas no mundo pertencem ao movimento, das quais 300 estão no Brasil.  Em Piracicaba, duas aderiram à filosofia: a empresa Femaq Fundição, Engenharia e Máquinas Ltda, e a ZAC Livros. 

Na Unimep o evento tem como realizador a Faculdade de Gestão e Negócios (FGN), por meio do curso de economia.  Promovem o  seminário também o Movimento Humanidade Nova e outras cinco instituições de ensino superior: Faculdade Dom Bosco Assunção, Esalq, Faculdades Claretianas, Faculdade Anhaguera de Limeira e Unisal de Americana, na organização e apoio do evento.

PROGRAMAÇÃO

No encontro, alunos, professores, pesquisadores, empresários e a comunidade interessada em conhecer e aprofundar a temática do EdC podem participar de palestras e mesas-redondas. Dentre os destaques, estão encontros com convidados especiais como Benedetto Gui, da Università Degli Studi de Padova, da Itália; Roberto Cintra Martins, professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e editor da Revista Eletrônica de Economia de Comunhão; e de Rodolfo Leibholz, engenheiro e empresário da Femaq. Segundo um dos organizadores, Edivaldo José Bortoletto, docente da Unimep, o evento é direcionado a acadêmicos de todas as áreas do saber.
 
“A iniciativa se traduz como uma oportunidade para o debater o movimento, que critica o modelo capitalista e se propõe à construção de uma sociedade mais distributiva e includente”, afirma Bortoleto. Já para Leibholz, que será um dos palestrantes, os estudos vão conscientizar os participantes da necessidade de construir um modelo de sociedade no qual as fronteiras do ser humano sejam expandidas e permitam a criação de uma sociedade mais igualitária, livre e que saiba dialogar e respeitar os direitos humanos. 

No dia 23, os encontros ocorrem das 9h às 12h, das 14h às 16h e das 20h às 22h30. Já no dia 24, os debates ocorrem nas 8h30 às 12h e das 20h às 22h30, no Anfiteatro Verde do bloco 2, campus Taquaral. 

ANOTE – Seminário Novos Paradigmas na Economia e na Gestão. Dias 23 e 24 de maio, no Anfiteatro Verde do Bloco 2, do campus Taquaral da Unimep (rodovia do Açúcar, km 156, Piracicaba). O evento é gratuito. Informações no (19) 3124-1570.


Edição e texto: Assessoria de Comunicação e Imprensa
Fotos: Banco de imagens e Fábio Mendes
Última atualização: 18/05/2011


© 2008 Universidade Metodista de Piracicaba - Todos os direitos reservados.