Acesso com e-mail

@unimep.br

Acesso com cartão


Problemas no acesso?

Consulte o Sistema de Ajuda

Acessibilidade Contatos e Endereços
Calendário Acadêmico
LinkedIn
Twitter
Facebook
Youtube
você está em: home > graduação > relações internacionais

Curso de Relações Internacionais

Piracicaba Taquaral


Vestibular
Transferências
Portadores de diploma
Titulação Docente
Notícias
  • Coordenação
    • Profa. Dra. Maria Thereza Miguel Peres
      (19) 3124-1507
      mtperes@unimep.br
Contato
  • Diurno
    • ·Valor:       R$ 930.00**
** Valor para ingressantes no 1º semestre de 2014.

Apresentação do Curso

O Curso de Relações Internacionais da Universidade Metodista de Piracicaba está sendo oferecido no período matutino, com duração de 4 anos. Assim como os demais cursos da Unimep, tem o compromisso de oferecer uma formação comprometida com a cidadania enquanto patrimônio coletivo da sociedade civil, na qual está presente a preocupação ética, política, ambiental e social. A materialização dos conhecimentos necessários para a formação profissional está acompanhando a contemporaneidade do saber. Nesse sentido, o curso de Relações Internacionais vem atender ao processo crescente e irrevogável de interdependência entre as nações e povos com especificidades econômicas, políticas, culturais e sociais. Reconhecendo a vocação regional da Unimep e a crescente diversificação econômica presente também na região de Piracicaba, com a presença de empresas internacionalizadas, o curso de Relações Internacionais apresenta uma sólida formação acadêmica articulando-a com as possibilidades do exercício profissional, ampliando a formação de competências e habilidades fundamentais para o internacionalista. Enquanto diplomatas, empresários, consultores e executivos, podem por um lado atuar tanto na esfera pública ou privada, no âmbito nacional ou internacional, intervindo ou colaborando no sentido da manutenção da parceria, cooperação e da solidariedade entre as nações e os povos, assim como atuar nas empresas nacionais e internacionais, implementando planos de abertura e sustentabilidade de produtos e serviços, atendendo às demandas dos respectivos mercados, elaborando cenários e perspectivas de investimento.

Número de Vagas

60 (sessenta) vagas no período matutino

Duração

4 anos, 3162 horas

Perfil Profissional

 

O Projeto Pedagógico ora proposto para o Curso de Graduação - Bacharelado em Relações Internacionais, busca garantir uma sólida formação multidisciplinar que o permita transitar no ambiente internacional, com um perfil profissional que atenda as seguintes características:
a)   Ter uma formação intelectual ética, comunicativa, flexível e crítica;
b)   Ser capaz de tomar decisões relativas às diversas áreas das relações internacionais, assim como empreender inovações na sua área de atuação;
c)   Ser capaz de acompanhar as mudanças econômicas e da política mundial, mantendo-se preparado para a constante atualização profissional;
d)   Ser capaz de analisar cenários econômicos que marcam significativamente os fenômenos internacionais, identificando oportunidades e riscos, orientando as ações de interesse público e privados nacionais.
e)   Transitar com familiaridade por temas políticos, econômicos, sociais e culturais, compreendendo as diferenças que há entre os grupos sociais e comunidades.
f)    Estar preparado para atuar nos conflitos e crises nacionais e internacionais, conduzindo negociações e produzindo resultados para instituições, organizações e empresas que minimizem os conflitos.
g)   Utilizar o conhecimento adquirido a partir das noções do fundamento e funcionamento jurídico das organizações, instituições, empresas da área pública ou privada.
h)   Saber se expressar de forma oral e escrita em línguas estrangeiras;
i)    Ter desenvoltura e segurança para produzir textos dissertativos, analíticos e sintéticos sobre sua área de atuação, assim como elaborar relatórios, documentos contratuais, ofícios, etc...
Esses aspectos estão condizentes com o perfil proposto pelo MEC, qual seja:
                               O Bacharel em Relações Internacionais ou Internacionalista ou Analista Internacional atua na análise, planejamento, gestão e avaliação de estratégias e de ações relativas ao intercâmbio externo entre Estados, instituições estatais e não-estatais, empresas públicas, privadas e demais atores da sociedade civil situados em espaços nacionais distintos ou em ambientes transnacionais. No setor público, atua nos processos de formulação, planejamento, gestão e avaliação da cooperação internacional, na mediação e resolução de conflitos de naturezas diversas e no desempenho de atribuições específicas da política externa – por sua inserção na carreira diplomática ou por assessoria a outros órgãos estatais nas esferas federal, estadual e municipal. Atua, ainda, na elaboração, negociação e avaliação das operações de crédito internacionais. No setor privado, atua na prospecção e análise de mercados, na formulação de cenários e estratégias de inserção internacional nos campos financeiro, comercial ou produtivo, assim como na análise e no acompanhamento da formulação de contratos internacionais. No setor público não-governamental, atua na elaboração, execução e avaliação de programas e projetos de natureza internacional, na captação de recursos financeiros e na transferência de tecnologias sociais. Finalmente, o Internacionalista atua no ensino e na pesquisa, em particular, na análise de riscos e interpretação das conjunturas internacional, nacionais e regionais (MEC, 2010).

Conhecimentos, Competências e Habilidades

 

Em consonância com o perfil almejado, entende-se que o profissional de Relações Internacionais deve ter as seguintes competências e habilidades:
a)     Conhecer os fundamentos socioeconômicos, políticos e jurídicos que permeiam as relações internacionais;
b)     conhecer as teorias de relações internacionais, com enfoque em estratégia e cooperação internacional;
c)     comunicar-se em linguagem oral e escrita, na língua portuguesa e em línguas estrangeiras, como inglês e espanhol;
d)     compreeender o papel das instituições regulatórias internacionais, como a Organização Mundial do Comércio (OMC) e outros organismos internacionais;
e)     conhecer conteúdos relacionados à cooperação internacional e à segurança internacional;
f)      discernir e conhecer as vulnerabilidades da economia e da política externa brasileira;
g)     realizar consultoria em gestão de temas que perpassam o meio internacional, bem como realizar análise de cenários internacionais;
h)     conhecer os processos de formação dos blocos econômicos e acordos comerciais internacionais;
i)      ser habilidoso em identificar e aproveitar oportunidades, a partir da consciência das questões globais mais candentes;
j)      ter sensibilidade para lidar com a diversidade e com a multiculturalidade, dialogando e negociando com diferentes etnias, nacionalidades, gêneros e religiões, entender a cultura, o poder local e a geopolítica;
k)     desenvolver habilidades multidimensionais, estando apto a lidar com vários produtos, diferentes setores, funções, empresas, instituições e ambientes;
l)      Ter um sólido conhecimento da realidade socioeconômica do Brasil e do continente Latino americano, apreendendo o processo histórico de inserção desses estados nacionais no ambiente internacional, assim como as condições e desafios enfrentados na atualidade.

Objetivo do curso e atuação profissional

O Curso de Relações Internacionais da Faculdade de Gestão e Negócios da Unimep atende as expectativas atuais da sociedade e do mercado porque tem uma linha de formação que capacita o profissional internacionalista para elaborar análises do cenário internacional identificando oportunidades e riscos, orientando e assessorando as ações dos atores públicos e privados. A missão do curso: formar um profissional que seja capaz de conduzir negociações e produzir resultados cooperativos na sua dimensão social, econômica e política, sempre buscando minimizar conflitos e/ou reconstruir novas coalizões de poder que possam enfrentar criticamente a atual ordem mundial.

 
OBJETIVOS DO CURSO:
 
Formação de profissionais capacitados para enfrentar os desafios originários dos fenômenos internacionais que impactam nas relações entre os setores públicos e privados;
Capacitar o profissional internacionalista para analisar, avaliar e atuar nas relações internacionais na sua dimensão ético-social e econômica, enquanto formadores e executores de estratégias, programas e ações acompanhando as tendências sócio-econômicas internacionais, tanto nos seus momentos de consenso como na resolução de conflitos.
Assegurar na formação do profissional internacionalista um conhecimento consistente da realidade brasileira, nos seus aspectos históricos, econômicos, sociais e políticos, levando em consideração o pluralismo metodológico e uma sólida formação teórica.
O curso também objetiva fomentar a capacidade crítica em relação a lógica que inaugura a nova ordem mundial inscrita na denominada “era da globalização”, cuja retórica liberalizante tem como propósito promover a desregulamentação dos mercados para facilitar a expansão dos negócios e dos fluxos de capitais e, contraditoriamente, tem se revelado excludente de pessoas, empresas e países. O curso estabelece a ética e a responsabilidade social como condições para a formação de profissionais capazes de compreender criticamente a lógica da nova ordem internacional, bem como ajudar a alterá-la.
Incentivar e proporcionar condições para que o aluno possa desenvolver a investigação científica, assim como o estudo de temas específicos, acompanhando os fenômenos recentes presentes nas relações internacionais e o conhecimento adquirido no decorrer do curso.
 

Diferenciais

O Curso de Relações Internacionais já oferece intercâmbio de 1 semestre para os Estados Unidos, mediante adesão e seleção dos alunos interessados. Além disso, o curso, através da assessoria de assuntos internacionais, conforme o interesse dos alunos, coloca-se à disposição para organizar semanas de estudos internacionais para diversos países, tais como
Estados Unidos, México, Argentina, Chile, Canadá, Espanha etc. No último ano do curso, como atividade complementar os alunos, sob a supervisão dos professores são convidados a organizar e participar de uma simulação de negociação internacional tendo como referência a atuação das organizações internacionais ressaltando à título de exemplo, as questões relativas à defesa, segurança, integração regional, economia e demais estratégias relacionadas à política externa. O curso também oferece aos alunos condições de desenvolver habilidades e competências, a partir do exercício pedagógico e prático, presente na organização das semanas comemorativas do dia do Internacionalista. Nesse período, os alunos apresentam visitas técnicas, atividades, temas e palestrantes convidados, como resultado de um projeto já elaborado e avaliado quanto as suas possibilidades de realização. Esse tipo de atividade desenvolve habilidades fundamentais tais como: necessidade de acompanhar não só os conteúdos curriculares como também o que está acontecendo na atualidade, estimulando a atualização constante dos alunos.

Acervo Bibliográfico

48.680 livros, 8.360 exemplares de periódicos e 898 periódicos eletrônicos.

Laboratório

Laboratório de  Informática.

© 2008 Universidade Metodista de Piracicaba - Todos os direitos reservados.